Vacina de imunização ou exterminação

É revoltante a maneira como nossos governantes tratam nossos animais: extermina-se nos CCZs (Centro de Controle de Zoonoses) sem que os animais tenham nenhuma chance; deixam correr livremente o comércio de animais, e não venham me dizer que há leis que proíbem a venda, já que ninguém fiscaliza absolutamente nada. Mesmo que fiscalizassem, existem os canis filiados ao BKC, com aval definitivo para vender e lucrar muito à custa de pobres fêmeas. Só não vê quem não quer. Não se toma uma atitude contra por falta de coragem moral. Como se nada disso fosse o bastante para as infelizes criaturas, ainda se fabricam vacinas, como esta última, contra a raiva, que dá raiva só de pensar o mal que causou a tantos animais, levando, inclusive, muitos à morte.

Para coroar a falta de respeito, usaram animais sadios para testar uma vacina           que já comprovadamente assassinou centenas de animais. Ora, por que não               Andréa Lambert – Médica veterinária, representante da ANIDA

utilizaram os 217 animais mortos pela maldita vacina? Por que usaram animais sadios para comprovar o que já estava mais que comprovado, justamente numa vacina que seria logo descartada? Não é mesmo para dizimar e infligir sofrimentos desnecessários aos animais? Acho muito justo que a ANIDA – Associação Nacional de Implementação dos Direitos dos Animais – entre com uma ação civil pública indenizatória contra o Laboratório Biovet, fabricante da vacina RAI-PET. A advogada da ANIDA, Dr.ª Vera Kenpers, explica que: “Como o próprio Ministério da Saúde constatou que a vacina mata, donos de cães e gatos têm o direito de acionar na justiça o fabricante por danos morais. Até aqueles que gastaram dinheiro com seus bichos em clínicas veterinárias, após a aplicação, têm direito também”.

Para reflexão, retirado do site:

http://homeopatas.blogspot.com/search/label/VACINAS

“[…] há evidência de que algumas vacinas conferem imunidade além de um ano. De fato, segundo investigação não há prova de que muitas das vacinas anuais sejam necessárias e que a proteção em muitos casos pode ser por toda a vida […] A vacinação é um procedimento médico potente com tantos benefícios como riscos para o paciente […] A revacinação de pacientes com imunidade suficiente não agrega de forma mensurável a sua resistência a enfermidade e, pode incrementar o risco de eventos adversos pós-vacinais.”

Já pensaram se as vacinas tomadas pelas crianças tivessem o mesmo problema que a vacina antirrábica teve com os animais vacinados? Será que também usariam crianças sadias pra estudar a mesma vacina que sabidamente matou outras tantas? Sei não, do jeito que a coisa anda, é bom ficar de olhos abertos.

Fontes:

Jornal O GLOBO de 08/10/10.

http://diariodenatal.com.br/2010/09/23/cidades11_0,php

http://homeopatas.blogspot.com/seach/label/VACINAS

Por: Fátima Borges – Colunista, Professora de Português e Teatro Infantil, Artista Plástica e Poetisa

Anúncios

6 Responses to Vacina de imunização ou exterminação

  1. Conceição disse:

    Oi
    Fátima

    Adorei a matéria, excelente.

    Beijos
    Conceição

  2. Nilson disse:

    As pessoas têm que aprender a cobrar das autoridades mais respeito com a natureza. Onde já se viu testar medicamentos e vacinas em animais saudáveis. Todo mundo sabe que a doença “criada” num animal saudável não é o certo.
    Por que não testaram em na mãe?

  3. Julia disse:

    Por dinheiro fazem horrores até com humanos, imaginem com os animais que não podem se defender destes calhordas?
    Conheço inúmeras pessoas que possuem animais e não vacinam por medo das fraudes com as vacinas.
    As pessoas tem mais é que processar esses laboratórios.

  4. Catarina Aguilar Angelin disse:

    Parabenizo a autora do artigo. Também lí uma obra de um médido naturopata inglês John Andrews que fala em seu livro sobre todos os efeitos colaterais de vacinas que são muito mais perigosos do que a propria doença que se quer evitar.Tumores, Doença de Crohn, Síndrome da Fadiga Crônica, Autismo, Artrite Reumatóide, Lupus Eritematoso Sistêmico, Autismo, Eczema, Síndrome de Reiter, Asma, Alergias, Hepatites, Esplenomegalia, Linfadenopatia Cervical, Hiperatividade, Desordem de Falta de Atenção, Otite Média, Rinites Alérgicas, Esclerose Múltipla, Síndrome de Guillain-Barré, Doença de Still, Depressão, Epilepsia, Bulimia Nervosa, Amidalites, Acne, Colite Ulcerativa, Dislexia.
    Parabéns mais uma vez Fátima Borges

  5. Marilena Angeli disse:

    Causa indignação que os animais passem por experimentação científica, como cobaias em terríveis sofrimentos! E também falando sobre outro tema, a experimentação animal: porque acham tão estranho se utilizar cobaias humanas, sendo que utilizam os animais ? Os animais não podem se defender, e não fizeram mal nenhum a ninguém…Porque não utilizam prisioneiros, que já praticaram crimes cruéis, para se submeterem a tais experimentos? Fico a imaginar como podem dormir à noite os profissionais (da “saúde”), após um dia de tortura sobre os pobres bichinhos inocentes. Canalhas !

  6. Ricardo disse:

    É isso mesmo,se as pessoas cuidarem bem, tendo higiene e boa alimentação, as vacinas são secundárias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: